Avançar para o conteúdo principal

Almoço - Comprar ou Levar?

Olá a todos!

Hoje vou falar-vos um pouco das refeições que fazemos fora de casa e das vantagens, ou não, de levarmos a nossa própria comida de casa.

Para além de me preocupar com a saúde, eu sempre me considerei uma pessoa poupada e sempre gostei de fazer contas e gerir o meu dinheiro, de forma a que ele nunca faltasse para o que realmente interessa, mesmo que eu ainda não trabalhe. E, obviamente, as refeições entram, e com um grande peso (sobretudo enquanto somos estudantes) para o balanço da nossa vida financeira.

Hoje em dia, se eu comer na faculdade e não me aventurar a ir a restaurantes ou a outros locais, consigo ótimas refeições, de prato completo, que vão dos 2,65 aos 4,15 euros.
Houve um tempo em que eu ia comer praticamente todos os dias na cantina, porque existe a opção Macrobiótica, que eu simplesmente adoro. A sopa, o prato, a bebida, o pão e a sobremesa ficava-me por 2,65 euros, o que não é caro, de todo. Na verdade, é uma ótima opção.

Mas depois… eu comecei a fazer contas e almoçando na faculdade 20 dias por mês, tirando os fins de semana, tinha uma despesa de:

20 × 2, 65 = 53 euros

53 euros por mês, só em almoço.
E eu fiz a conta para a refeição completa mais barata que existe. Muitos estudantes e trabalhadores pagam valores superiores pelas suas refeições.

Pois é, não importa a mesada que recebo, mas digo-vos apenas que, embora a ache muito adequada, se pagar o passe dos transportes públicos e almoçar sempre na faculdade, não consigo poupar quase nada.

Não poupar quase nada não é, definitivamente uma opção para a minha vida, até porque existem livros, sebentas e outras coisas que têm de ser compradas.

Então o que eu faço? Levo o almoço de casa diariamente, na minha malinha térmica. Mas não levo só o almoço… levo também fruta e uns frutos secos ou uma fatia de um bolo ou tarte saudáveis sem açúcar, quando se faz cá por casa, para o lanche ou para meio da manhã. Levo também água. A ideia é garantir que todas as necessidades estão garantidas, para que quando tiver fome ou sede não tenha de gastar dinheiro.



E reparam que este método de levar não é apenas económico, é também saudável? Ao levarmos comida de casa, controlamos exatamente o que consumimos, os ingredientes, as quantidades, os temperos… fazemos uma refeição à nossa medida.

Mas e andamos carregados todos o dia, perguntam vocês?
No meu caso, eu tenho cacifo, que utilizo para colocar o que não preciso enquanto estou em aulas por exemplo. Quanto a vocês, tenho a certeza que encontraram uma forma de o saco da comida não vos prejudicar.

E o preço de comprar os alimentos e fazer as refeições em casa?
Boa pergunta, isso depende muito do que compram, onde compram e do raciocínio que fazem na altura da compra, mas somos de acordo que, no geral, compensa sempre levar de casa.

E vocês, levam a vossa comida de casa?
Têm outras vantagens a acrescentar a estas?

Espero que tenham gostado.

Se quiserem que eu vos mostre especificamente um exemplo do que levo na lancheira (ou na mochila), digam. :)

Até à próxima.

Beijinhos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Carnaval 2018

Olá a todos!
Hoje trago-vos um vídeo extra no canal!!! 
Não vou publicar um vídeo todos os dias, mas há exceções, como neste caso, em que tivemos o Carnaval e o Dia de São Valentim na mesma semana. :)
Espero que gostem! 😊


Até à próxima!
Beijinhos :-*

Aniversário 2018

Olá a todos!
Hoje é o meu aniversário, comemoro mais um ano de vida e, por esta ocasião especial, interrompo o estudo para festejar e para vos escrever. Este dia pode ser especial para nós, por diversos motivos, dependendo também da nossa idade e da altura da vida em que estamos. Lembro-me que quando era pequena os meus aniversários eram o máximo pelos doces, pelos amigos a cantarem os parabéns, pelos brinquedos que recebia, pelo karaoke que cantava, pelos saquinhos de guloseimas que distribuía na escola ou a todos os que iam à minha festa de anos... Há medida que vamos crescendo, as festas vão-se tornando diferentes, com menos pessoas e menos brincadeiras, e começamos a dar mais importância a estar com a família, a nos rodearmos de um grupo mais limitado de pessoas e claro, a receber parabéns das pessoas que passam pela nossa vida, quer pessoalmente quer nas redes sociais.
Nem sempre os nossos dias de aniversário são perfeitos, sobretudo se nem tudo na nossa vida está como gostaríamos o…

VeganChee Bio - Iogurtes e Queijos

Bom dia a todos!
Na publicação de hoje vou partilhar convosco alguns produtos vegan que conheci há algum tempo e dos quais, pelo sabor, aspeto, saúde e praticidade, não poderia deixar de falar. Curiosos para saber do que falo?
A resposta é: VeganChee Bio - alternativas vegetais ao queijo e aos iogurtes. Para além de estar a estudar para vir a ser Médica, eu sempre me preocupei com a Saúde e, sobretudo, sempre procurei saber mais sobre o tema e sobre o que eu podia fazer para ser mais saudável (vou certamente partilhar alguns dos hábitos que tenho noutros posts).
E como falar de Saúde, sem falar de Alimentação?
Como disse Hipócrates, na Antiguidade, “que o teu alimento seja o teu medicamento.” e, baseada nesta premissa, sempre procurei comer o melhor possível, com algumas exceções (muitas) de vez em quando, como é normal.

O tipo de alimentação que levo não é tema para esta publicação, mas resumidamente é preferencialmente vegan, mas não rígida. O que isto significa? Que como de tudo,…