Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2018

Pensa antes de Agir!

Já devem ter ouvido a expressão "pensa antes de agir", e é exatamente disso que vos falo hoje.
Se não pensarmos antes de agir corremos muitos riscos desnecessários, e já bastam os erros que cometemos por desconhecimento. Não nos beneficia em nada errarmos em coisas que à partida sabemos que vai dar mau resultado,  por nos negarmos a pensar ou nos habituarmos a não o fazer.
Ainda há pouco tempo me aconteceu uma coisa desse género: estava à frente do computador e queria entrar numa das minhas contas de e-mail e, quando apareceu o espaço para colocar a password, coloquei rápida e automaticamente a do outro e-mail. Na fração de segundos que se seguiu, em que vi que a password estava errada, apercebi-me logo de que se tivesse pensado qual era o e-mail que estava a abrir, não me teria enganado.  Foi grave? Não, de todo, mas fez-me perder tempo desnecessariamente.  Isto aconteceu, porque o meu cérebro estava em modo automático, modo esse que é um sistema adaptativo de sobrevivência mui…

Até logo! Desejo que estejas em Paz.

Caro familiar que partiste,
Quando alguém nos deixa, deixa este planeta, sobretudo alguém que conhecemos, alguém da nossa família que é importante para nós, são sobretudo os vivos que se têm de preparar para esta partida, embora não saiba se tal é possível. Ninguém estava preparado para a tua partida, embora achava que sim.  Mesmo quando já se tem alguma idade e se mostra alguns sinais de possibilidade de partida a qualquer momento, tende a haver a dúvida... há momentos de melhoria, de maior esperança, de crença na reabilitação...  Até nos casos em que os familiares já esperavam a morte inevitável, já estavam aparentemente preparados, o confronto com a estranheza e a verdadeira dor vem depois, vem quando os seus olhos não mais se abrem e a sua presença, embora exista nas nossas mentes e corações, deixa de ser física... quando nas refeições de família deixa o seu lugar vazio. Já visualizei este quadro e já sinto muitas saudades.
Aceito, compreendo, mas sinto a perda.

Depois, penso: ao menos…

Sei que o fazes bem, mas és feliz?

Olá a todos!
Hoje, falo-vos de algo muito importante e que, nos dias que correm, pode ser importante relembrar, porque, se por um lado é banalizada a ideia e a expressão de que todos podemos e devemos ser felizes, por outro lado parece que temos uma espécie de ordem superior invisível e muda que de alguma forma exige que nos sujeitemos a um tipo de vida, mesmo que não gostemos dela, que não nos identifiquemos minimamente.
Vou dizer uma coisa redundante e, à partida, ridícula, de tão óbvia: a principal forma de sermos felizes é escolhendo ser felizes.
E escolher ser feliz é mais do que dizer "Eu quero ser feliz!", é responsabilizarmo-nos por isso, é conhecermo-nos, conhecer a nossa personalidade e quem somos, que atividades gostamos realmente de fazer, quais as nossas qualidades e fraquezas e, partido disto, dizermos "sim!" ao que, mesmo desafiante (mais "difícil"),  nos dá vontade de acordar todos os dias e "não!" às coisas que nos impedem de viver…

No final do dia, o que Importa Realmente é o Amor que Damos.

Olá a todos!
Hoje, assisti a uma situação na qual uma pessoa foi muito simpática para outras pessoas e, em consequência, estas últimas ficaram honestamente felizes e a sentir-se bem. A situação não foi nada de especial, a pessoa de que falo limitou-se a cumprimentar as outras e a desejar-lhes um bom dia de forma calorosa, mas esse pequeno gesto teve um impacto muito positivo nas outras e, certamente, também na própria pessoa.
Isto fez-me pensar que, no final do dia, o que importa mesmo é o Amor que damos às outras pessoas, é isso que as toca, que as comove, que as aproxima de nós... E há muitas formas de passar amor às pessoas, dependendo da nossa relação com elas e do contexto de cada situação: O maior gesto de amor que podemos fazer para com a nossa família é passar tempo com ela, ouvir o que cada uma daquelas pessoas, tão importantes para nós, tem a dizer, saber as suas vitórias e as suas preocupações...Amarmos o nosso trabalho, o que fazemos na sociedade e sabermos o pa…

Vai sempre haver obstáculos.

Olá a todos!
Começo por vos perguntar se acreditam realmente que exista alguma coisa, qualquer coisa que façam na vossa vida e que não tenha obstáculos?
Não tem obstáculos ou vocês os superam ou passam por cima deles com tal facilidade que parece que eles não existem? Por exemplo, a maioria de vocês anda pelos próprios pés diariamente, e fá-lo com tipos de calçado diferentes, sem grande dificuldade. Isso significa que andar não tem obstáculos? Não, porque a verdade é que tem e não são poucos: para andarmos temos de superar as leis físicas do nosso planeta, ter a capacidade física para isso, a capacidade cerebral de dar as informações da marcha ao corpo e a correta comunicação entre o sistema nervoso e o sistema locomotor. É por este motivo que muitas doenças, nomeadamente neurológicas, se manifestam mais cedo ou mais tarde por alterações da marcha. Mesmo vocês que, felizmente, têm todas as condições supracitadas para andarem de um lado para o outro, não nasceram a saber andar, tiveram de…

O Mundo Exterior é o teu Espelho

Olá a todos!
Alguma vez se deram conta de que há dias em que interpretam as mesmas atitudes das pessoas que vos rodeiam de forma diferente? Por exemplo, há alturas em que uma simples respiração vos dá vontade de berrar com alguém, o que seria impensável da vossa parte em outros momentos.
Isto acontece, porque o mundo externo, onde se inclui as outras pessoas, é um reflexo do nosso mundo interno, pelo que é muito fácil espelharmos nas outras pessoas o que pensamos e estamos a sentir.  Assim, uma forma de nos conhecermos melhor é analisando as leituras que fazemos das outras pessoas. São a maioria boas ou nem por isso? Gostamos das nossas interpretações? O que mudaríamos em nós mesmos?
Por outro lado, este conhecimento também nos ajuda a ser mais compreensivos e entender melhor certas atitudes a que assistimos e que interpretamos de forma menos positiva. Claro que há situações que qualquer pessoa diria que não são boas, mas no nosso dia a dia, para a maioria das coisas, o bom ou o mau depen…

Não me apetece fazer nada...

Olá a todos!

Com tanta informação e material disponível na internet a falar de como podemos ser produtivos, hoje escrevo-vos do contrário, daqueles dias em que não são nem vos apetece ser produtivos. 
Há dias em que, por este ou aquele motivo, acordamos sem vontade de fazer muita coisa e, mesmo que nos forcemos a começar a trabalhar, parece que não saímos do ponto inicial, que adormecemos em cima do que estamos a fazer. 
Em muitos destes momentos vamos ter de beber um café ou arranjar outra estratégia para fazer o que tem de ser feito, nomeadamente naqueles em que a nossa atividade envolve as nossas principais responsabilidades ou outras pessoas.
Contudo, existem dias em que nós sabemos que não ser produtivo não vai ter grandes consequências, pelo menos a curto prazo e, embora concorde que se fôssemos sempre produtivos seria ótimo, pelo menos a médio e curto prazo, a produtividade tem muito que se diga e nós somos seres humanos e, como tal, nem sempre temos a mesma energia, motivação…

Crenças Profundas...

Olá a todos!

Hoje trago-vos uma publicação sobre crenças pessoais. Espero que gostem! 😊
Não há crenças e certezas sobre o mundo mais possíveis ou impossíveis que outras, há é crenças com consequências práticas diferentes.
O nosso inconsciente apanha tudo como verdade, porque ele não julga, apenas absorve. Porque acham que cada pessoa é tão própria e única nas crenças indubitáveis sobre o que pode ou não acontecer no mundo? Nem o que uma pessoa acredita é sempre verdade, nem o que nega é sempre mentira.  Se pensarem bem, a palavra "sempre" exclui a impossibilidade do impossível e a palavra "nunca"  exclui a possibilidade do possível. Muito provavelmente, o mundo de cada um, os acontecimentos que nos envolvem, vão seguir - se pelas leis das nossas crenças, incluindo e excluindo exatamente o que acreditamos ou não.
É este o nível de importância das crenças mais profundas do nosso ser.
Ate à próxima!
Beijinhos 😘

Que sorte a minha!

Olá a todos!
Hoje falo-vos um pouco de sorte.

Frases como “Sou um(a) sortudo(a)!”, “Não tenho sorte nenhuma!” ou “Aquele fulano é mesmo um sortudo!” percorrem o nosso nosso planeta, na boca de pessoas de cada canto do mundo, mas o que é a sorte?
Esta é a definição do dicionário Priberam:


Penso que, pelo menos, algumas destas definições vocês já conheciam, mas de onde vem a sorte? O que fazer para termos sorte? Isto, claro, focando-nos apenas na boa sorte, na boa fortuna.
Eu creio que a sorte seja o que foi descrito pelo escritor Anthony Robbins: - A sorte é o encontro da preparação com a oportunidade.
Agora, partindo do pressuposto de que a premissa supracitada é verdadeira, temos boas notícias, porque dessa forma, se nos prepararmos e estivermos atentos e abertos às oportunidades da vida, todos vivemos em abundância de boa sorte.
“Não gozes comigo Raquel, então porquê que há tanta gente aí ‘sem sorte’?”
Talvez isso aconteça, porque, se por um lado este conhecimento nos permite saber que tod…

Carnaval 2018

Olá a todos!
Hoje trago-vos um vídeo extra no canal!!! 
Não vou publicar um vídeo todos os dias, mas há exceções, como neste caso, em que tivemos o Carnaval e o Dia de São Valentim na mesma semana. :)
Espero que gostem! 😊


Até à próxima!
Beijinhos :-*

A senhora que esperava o comboio...

Olá a todos!
O que vos trago hoje? Falo-vos de um episódio da minha vida, num desses muitos dias, em que estou à espera do comboio. Falo-vos de relações interpessoais e de dedicação…
Espero que gostem!
Estava eu sentada na estação, à espera do comboio, e uma senhora que devia ter os seus 60 anos veio na direção do banco onde eu estava sentada – estava a olhar para o telemóvel e vi pelo canto do olho a sua aproximação. Quando se ia sentar, eu cheguei a minha mala que estava em cima do banco para mim, para lhe dar lugar. Como havia muito espaço no banco, a senhora a brincar disse: - Sou gorda, mas não sou tanto! Eu respondi-lhe prontamente: - Claro que não, já é um gesto automático… quando vejo alguém que se vai sentar, crio espaço. E, nessa altura, a resposta da senhora surpreendeu-me: - Isso é bom sinal, é sinal de que está atenta ao mundo que a rodeia. Há pessoas que param a olhar para o telemóvel, mesmo a meio do caminho e nem se apercebem… uma pessoa para passar sem incomodar tem de as co…

Não são só os fracos e pouco inteligentes que sofrem...

Olá a todos!
Hoje escrevo-vos uma reflexão que fiz quando estava a passear numa feira do livro e olhei de relance para um livro qualquer (agora não me recordo), cujo título tinha a ver com chorar e ser-se forte ou fraco…
Pensei: é verdade, não são os mais fracos ou os mais burros que choram e, sobretudo, que sofrem… na verdade, quanto mais pensarmos mais sofremos (até certo ponto, comentarei isso mais à frente). É preciso um amadurecimento considerável para saber o que está mal, analisar as situações e retirar conclusões delas, muitas vezes não as mais agradáveis. É preciso, aliás, muita responsabilidade para se ter tantas preocupações e criar tantas dúvidas que nos causam sofrimento. Quem não pensa, nunca sofre, ou sofre menos, porque se resigna sempre. É por este motivo que, infelizmente, reclamar e criticar é cada vez mais popular, mais bem visto e mais merecedor de mérito. Agora, atenção! Há um nível ainda acima desse, que é o das pessoas que conhecem e interpretam o mundo com inteli…

Quadro do Nosso Amor - Especial São Valentim

Olá a todos!
Como sabem, hoje é dia de São Valentim, um dia muito, muito especial para mim, e, assim sendo, aproveito esta ocasião para fazer um agradecimento ao Valter, ao Homem da Minha Vida, por toda a Felicidade e Amor que me deu, dá, e continuará a dar. De vocês, meus queridos leitores, espero que gostem, que se inspirem e, sobretudo, que passem um dia maravilhoso, repleto de muito amor, quer já tenham encontrado o vosso par ou não.
E sem mais delongas:
A Pintura não é das minhas formas de arte favoritas, mas Tu, desde que entraste na minha vida, ajudaste-me a criar um Quadro de Perfeição, uma obra de arte absolutamente magnânima, que melhor não poderia ser.
Temos o violeta do exercício: ·Não te tivesse eu conhecido a correr, és o meu companheiro eterno de corrida, fitness, ballet, box, karaté… é tão bom ter alguém que aprecia as mesmas coisas que eu e me acompanha.
Temos o verde da alimentação e da saúde: ·Não há palavras para descrever a alegria de ter alguém ao meu lado que se…

Se eu não gostar de mim, quem gostará?

Olá a todos!
Hoje, vou falar-vos de algo que, à primeira vista, pode parecer injusto, sobretudo para quem não está desperto para essa realidade:
O Amor das outras pessoas só vem após o despertar do nosso Amor Interior. "O quê, Raquel? Mas quando eu estou pior, mais em baixo, não é quando eu preciso mais das outras pessoas?" Eu em tempos também achava que sim, mas apercebi-me de que, nestes momentos, de quem nós precisamos mais é de Nós Mesmos.
Pode parecer muito beneficiador de uns e prejudicial para outros, mas, se pensarem bem, isto é uma lei universal perfeita, embora muito incompreendida.
Imaginem uma pessoa jovem que se sente em baixo, aquele estado "deprimido" que não chega aos critérios psiquiátricos de Depressão. Imaginem que, ao contrário de muitas, essa pessoa não se isola, começa antes por pedir atenção de várias formas. Acham que as pessoas vão dar-lhe o apoio incondicional que ela quer e merece? Talvez... os melhores amigos e pais e, mesmo assim, ela vai sent…

Ser Sempre Criança...

Olá a todos!
Hoje, partilho convosco uma decisão que tomei há pouco tempo: ser sempre criança! Uma criança grande, uma criança com mais conhecimento e com mais algum tempo na terra, mas sempre uma criança. Muitas vezes se vê pessoas a dizerem que são eternas crianças, sobretudo no dia da criança, e eu própria ia nessa onda e sempre o dizia. Mais, sempre acreditei que mantinha a criança Raquel em mim, por coisas como continuar a fazer piada de imensas coisas, "parvar", ter imaginação, etc. Contudo, estava parcialmente enganada, ou poderia estar, se não me apercebesse disso a tempo.
As pessoas parvam em qualquer idade e a criatividade nasce connosco e cria-se, não é específica das crianças, embora seja muito mais marcado nelas. Mesmo que, muito felizmente, tenha mantido alguns destes traços, apercebi-me que cada vez mais me afastava de coisas fundamentais que as crianças têm e que os adultos perdem, quer por se esquecerem delas, quer por ficarem mais desconfiados, quer por ac…